É muito frustrante comprar um vinho que parece promissor mas não gostar dele. Às vezes o paladar simplesmente não bate. É questão de gosto.

Em vez de você simplesmente jogar fora, use para cozinhar. Mesmo vinhos que você não goste servem maravilhosamente bem para cozinhar.

Dicas de modo geral:

  • Usar bebida alcoólica na comida faz com que os sabores fiquem realçados. Então segure a mão nos molhos, por exemplo, que podem ter muitos elementos. Saiba que todos os ingredientes serão realçados, então use o vinho para realçar algo que você queira destacar mais – por exemplo, um queijo gorgonzola.
  • Você pode usar vinho nos seguintes pratos: molhos para massas, marinadas de aves e carnes, ensopados, sopas, molhos frios. Doces: recheios de bolos e tortas, sobremesas cremosas, umedecer biscoitos e massas.
  • Use vinhos que você beberia com aquele prato. Exemplo simples: se você não beberia vinho tinto seco com uma massa de molho branco com camarões, não use esse tipo de vinho para cozinhar esse prato.
  • O álcool evapora ao ser cozido junto com a comida, e assim fica apenas o sabor do vinho.
  • A quantidade depende muito do seu feeling ao cozinhar. Pouco quase não trará sabor, mas muito pode ser exagerado. Claro que depende da receita. Pondere.

No final das contas, fico até feliz quando pego um vinho que não gosto tanto, porque assim me sinto livre para cozinhar usando a bebida sem me sentir culpada por estar “gastando” o vinho. rsrs

2 COMMENTS

  1. Oi Thais!

    Eu gosto de usar os vinhos que sobraram ou não gostei para fazer frutas flambadas (banana principalmente), e cozinhar cortes de carne menos macios, como o músculo na pressão – dá maior barato de boeuf bourgignon!

    Beijão

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here