Thais Godinho: Produtividade Criativa

RSS
Jan
04

Recomendação pessoal para leituras em 2016

Apesar de adorar objetivos e planejamento, com as leituras minha experiência me ensinou a ser um pouco mais livre e deixar rolar. No entanto, como pretendo chegar a 100 livros lidos este ano, fiquei pensando em algumas recomendações que quero seguir para chegar nessa meta.

Pode parecer chato fazer assim, mas eu deixei muitos livros inacabados ano passado e, se eu não tiver uma disciplina mínima, posso repetir este ano (o que não quero). Vou tentar então ir um pouco na contramão dos meus costumes e procurar estabelecer a leitura de 8 a 9 livros por mês para ver se chego lá.

Essa é a recomendação que vou tentar seguir:

  • 1 livro grande
  • 1 clássico
  • 1 de História
  • 1 biografia
  • 1 de auto-ajuda
  • 1 de administração ou trabalho
  • 3 livres

Vamos tentar fazer funcionar!

Dec
31

Balanço de livros lidos em 2015

Eu li 53 livros em 2015, o que era a minha meta inicial (um por semana). 2015 foi o ano que eu li menos livros, sinceramente. Eu fiquei muito envolvida no estudo das certificações e, apesar de ter passado muito tempo lendo, não foram tantos livros terminados, e sim muito material de cursos.

Captura de tela 2015-12-31 11.06.59 Captura de tela 2015-12-31 11.07.28

2015 também foi o primeiro ano que eu controlei minhas leituras 100% pelo Skoob e achei que deu muito certo. É simples: basta marcar que está lendo um livro e ir gravando seu histórico de leitura. Quando você chega ao final de um livro, ele marca automaticamente como lido no ano em que você está.

Eu pretendo continuar com essa meta mínima para 2016 (um livro por semana), mas espero chegar aos 100 livros lidos, se possível.

Meus livros lidos preferidos em 2015 foram:

  • Todos os livros relidos do David Allen, claro.
  • Todos os livros relacionados ao Steve Jobs e à Apple.
  • A biografia do KISS (Nothin’ to lose)
  • Os livros do Jim Collins

E aí eu percebo também que quase não li nenhum livro de ficção este ano. Não me cobro tanto, porque sei que foi um ano dedicado à minha formação profissional, mas vou tentar mudar esse quadro em 2016.