thais godinho

Música

Minha playlist de inverno

Eu tenho o hábito de ouvir playlists criadas por outras pessoas no Spotify e, sempre que ouço uma música nova que me agrade, eu a salvo para ouvir mais tarde. Mais especificamente, na minha estação preferida.

Tenho uma playlist minha para cada estação do ano, e aí quando chega a estação posso ouvir as músicas que acrescentei ao longo de um ano inteiro, além das outras que já estavam lá antes.

É uma das coisas mais prazerosas que gosto de fazer no dia a dia e exploro essa playlist tanto andando a pé (adoro) quanto de carro.

Para entrar na playlist, a música não precisa ser temática (ou seja, “falar” sobre inverno ou o frio), apesar de que algumas assim acabam entrando. Basta me lembrar de momentos que vivi no frio, no inverno, ou me parecerem serem adequadas para o frio, simplesmente.

Você pode verificar a playlist abaixo ou clicando aqui.

E você, tem músicas preferidas para ouvir em determinadas estações, especialmente o inverno? Compartilhe comigo nos comentários. 🙂

Nova obsessão: America

America_-_Hearts

Eu sempre gostei da banda, mas atualmente tem sido uma verdadeira obsessão. Eu agradeço o Spotify por liberar uns álbuns bacanas da banda. Ouço todos os dias. Abaixo, o “Archives, Vol. 1”:

Gerry Beckley, Dan Peek e Dewey Bunnell eram três americanos muito jovens, que na época em que foram descobertos (por Jerry Lordan), em 1970, viviam em Londres. Seu som acústico, quieto, causou surpresa e fascínio. O America teve dois grandes hits internacionais seguidos, ‘A Horse With No Name’ e ‘I Need You’, ambos tirados de America, seu primeiro álbum, de 1971. Com este álbum, venceram o Grammy de banda revelação de 1972. A música do America, então, era uma versão refinada (não melhor, porém) do folkanglo-americano de Crosby, Stills & Nash. Beckley, Peek e Bunnel tocavam e cantavam imitando (talvez não intencionalmente) Neil Young. Até meados dos anos 70, pelo menos, America foi um nome sólido, com álbuns acima da média e hits de médio impacto, como ‘Tin Man’ e ‘Sister Golden Hair’. No Final dos anos 90, o America, com a mesma formação, ainda estava ativo, vivendo de suas antigas glórias. (Fonte: Wikipedia)

O America nunca foi uma dessas bandas conhecidas pela virtuosidade de seus músicos ou por canções de grande destaque, mas é um grupo interessante, gostoso de ouvir e que remete aos nostálgicos anos 1970 (que não vivi, por sinal).

Minhas três músicas preferidas: