Nos cursos de GTD, nós passamos alguns vídeos de uma personagem chamada Rosa, que começa a aprender GTD junto com os participantes e, aos poucos, vamos conferindo a sua evolução em termos de gerenciamento integrado da própria vida. E um dos vídeos, para o passo 4 (refletir), traz uma mensagem do narrador que diz o seguinte: “ver as coisas acontecendo como resultado do seu trabalho é divertido e recompensador também”.

Há quase três anos, fui para a Holanda tirar a segunda certificação do GTD, para o Nível 2 (Projetos & Prioridades). Era setembro de 2015. Em um ano, concluí a certificação como instrutora, o que me permitia ministrar cursos dessa etapa da metodologia. Mas apenas hoje, 27 de fevereiro, me formei como Master Trainer do Nível 2, pois dependia da certificação de pelo menos dois instrutores brasileiros, formados por mim, para que eu me certificasse.

Quando recebi a notícia por e-mail, me bateu uma felicidade e um sentimento de completude tão grande, que quis postar aqui. E isso não tem a ver apenas com organização ou apenas com o GTD, mas sobre o “backstage” mesmo.

Porque tudo o que venho fazendo, desde que fiz a minha transição de carreira para trabalhar com organização e produtividade, levou algum tempo para fazer alguns frutos. Essa certificação, veja só, que comecei em 2015, veio só agora. Agora eu sou uma das poucas pessoas no mundo certificadas como Master Trainer do Nível 2, que é um nível mais avançado. Se não me engano, são nove pessoas no mundo todo, e eu faço parte desse time.

Sim, eu sou apaixonada pelo GTD e muito dedicada a esse trabalho, e considero merecido. Mas só me faz ver como nada disso seria conquistado se, além de mim, não fossem outras pessoas-chave nesse processo. Desde o Daniel, que proporcionou essa oportunidade, até o próprio David Allen, que fez a “provinha” da certificação comigo remotamente, até a minha coordenadora da certificação e os instrutores brasileiros que foram capacitados por mim. Gratidão eterna por todas essas vidas envolvidas.

A felicidade é um sentimento muito mais de completude que de alcance. É um calor quentinho no coração, quando a gente menos espera. Muitas vezes, no dia a dia, podemos desanimar ou passar por situações difíceis, mas essa perspectiva de “para onde estamos indo” ajuda demais. E, quando você colhe o resultado de coisas que vêm plantando há bastante tempo, aí sim você vê o valor de regar e cuidar das suas plantinhas diariamente. Para isso, você precisa querer pegar o regador.

4 COMMENTS

  1. Thaís, que felicidade por você! continue colhendo os frutos e repartindo para germinarem, cada vez mais. Um abraço caloroso!

  2. Oi Thais!
    Parabéns por conquistar mais esse passo tão importante na sua carreira! Saiba que muitos de nós leitores estamos do lado de cá torcendo muito a cada post sobre a sua jornada. E tem sido uma honra poder, de certa maneira, participar da sua caminhada! É pura inspiração, de verdade! Obrigada por compartilhar! <3

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here